O Pseudo Poeta

Não posso intitular-me de poeta e na mesma frase mencionar Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Cecília Meireles, Clarice Lispector e tantos outros, portanto, não cometerei essa calúnia a esses grandes poetas e seus múltiplos talentos, aqui falaste um falso poetista, desconhecido.

Pode me chamar de J.G.B, sou um escritor de poesias por hobby, sonetos de preferência, utilizo do simples para fácil entendimento, muitos escritos por amor, poucos por clamor, todos íntegros de emoção.

Flutuem palavras, em cartas, em livros cheios de graça, em poesia barata,
façam pousos amavéis, livrem as mentes das traças, moderadas em línguas afiadas,
palavras são como ventos, até mesmo que não as diga, no silêncio é sentida.

Poesia "Palavras Flutuantes" por J.G.B

Romantismo: Amor, ódio, morte e sofrimento.

Desenhos e Poesias...

Desenhei bastante quando era só um gafanhoto, de casais apaixonados a personagens de desenhos, qualquer coisa que valesse um rabisco.

Na sétima série, através de uma professora de português e numa aula de literatura, especificadamente do romantismo brasileiro, obtive minhas primeiras impressões de poesias líricas, escritas com sentimentos extremos, sobre amor, ódio, morte e muito sofrimento.

Aproveitei para unir o útil ao agradável, desenhar e poetizar, muitas criações que nunca mostrei a ninguém, muitas vezes rasguei, hoje sinto falta de tudo, nada mais tenho desse período.

Um dos meus maiores erros foi não guardar absolutamente nada durante quase toda minha vida, desenhos e poesias, desperdicei no latão de lixo, no hd de um computador antigo ou para pessoas que elogiaram sem ler, um dos motivos deste site, é manter um arquivo.


Poesias e Pinturas...

Acredito que as poesias e pinturas tem tudo em comum, são artes que conversam entre si com sintonia, pinturas podem ser inspirações para poesias e vice-versa, não importa a ordem, são dois genêros de artes que admiro, trago neste site, pinturas fantásticas de artistas renomados ou não, uma representação ilustrativa para as minhas poesias, melhor do que eu desenharia.

Tudo pode ser poesia, todos somos poetas, basta inspirar-se no desenho momentâneo da própria alma, interpretando a emoção em palavras, estas, se encarregarão de levar ao leitor, a obra imaginária.


Poesias flutuando...

Palavras Flutuantes

Palavras Flutuantes

A Culpa é a Cruz

A Dor da Perda

Amores Noturnos

Poesia Infinita

Sofrida Mãe Natureza

O Vilão é o Julgamento

Guerra, Fim.

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites