Poesia - Se é Amor, Não Há Distância - por J.B.G

Se é Amor, Não Há Distância

5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Votes 5.00 (1 vote)

A distância me impede de tocá-la,
mover os dedos em seus leves cabelos,
roçar a barba em seu pescoço,
rir o seu riso sem esforço.

Distância é penúria da pele enrolada,
do amor atado, dos lábios fixados,
prazer ilimitado, pecado confinado,
não há culpa, se sou seu amado.

Nossas almas não reconhecem a distância,
percorrem o caminho do amor, atropelam-se,
morrem de ternura, regeneram-se.

Amo-te em qualquer espaço e tempo, sempre vou ama-la,
irei até você em qualquer lugar, resgatá-la,
se no teu coração, sou tua morada.

Poesia por J.G.B

Pintura "The Moment Of Love" por Leonid Afremov

Tags: amor namorados coração infinito distância alma eterno

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites