Poesia - Levanta-te, Agarre a Minha Mão - por J.B.G

Levanta-te, Agarre a Minha Mão

5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Votes 5.00 (1 vote)

Dê-me a mão, levanta-te, há mais por vir,
o caminho nunca foi simples, estás-me a ouvir?
Há fadiga em seus olhos, espinhos em seus pés,
estarei sempre aqui, desabe as vezes que quiser.

Estás agora onde o frio não visitará,
há tulipas no quintal se desejar,
sinta a pulsação uníssono lhe levar,
não largue a minha mão, vou lhe mostrar.

Aqui, nenhum sonho é inalcançável,
nenhuma estrada pedregosa incaminhável,
até as más-línguas ficam amáveis.

Sinta a tenra sensação, está anexa ao meu coração,
pressione a minha mão, juntos iremos na mesma direção,
fé, nada é em vão, amor legítimo sela essa união.

Poesia por J.G.B

Pintura "Lovely Kiss Under The Rain" por Leonid Afremov

Tags: amor tulipa sonhos coração

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites