Poesia - Bola de Cristal - por J.B.G

Bola de Cristal

5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Votes 5.00 (1 vote)

Meu sentimento é uma bola de cristal a respirar esse amor todos os dias,
dentro há tulipas, peônias, bem-me-quer e uma casinha de sapê qualquer,
afeiçoados quadros de artes anônimas na parede, uma chaminé e fogo a lenha,
bancos rústicos do lado de fora, pleiteando um mundo afora.

Sentada a pousar um livro em seu colo, a iluminar-me está, sorriu,
um semblante angelical, só possível a ela, doado generosamente a mim,
cabelos escuros, linda pele branca, cheia de pintas tatuadas pelo sol,
espreguiçando-se vagarosamente, levantou-se, abraçou-me, meu afago lençol.

De pé estou, rente a porta, a fitar os raios diurnos, o mesmo café amargo toda manhã,
avançam sem cuidados, meus felinos amados, a rasgar o céu, por qualquer coisa, ludibriados,
esgoto-me de satisfação, a plagiar quando possível, os melhores dias, felicidade embebecida.

Em um quarto escuro, a seguro com as duas mãos, não há de ruir, não há de quebrar,
o legítimo amor a fortalecerá, o respeito a cuidará, o desejo a esquentará,
o futuro está selado nesta bola de cristal, meu ideal imaginário.

Poesia por J.G.B

Pintura "Through The Crystal Ball" por Jim Gerkin

Tags: amor tulipa anjos felicidade ideal bola de cristal casa lar livro lençol café imaginação

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites