Poesia - Asas Dançantes - por J.B.G

Asas Dançantes

4.25 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Votes 4.25 (2 votes)

Perdeu-se a essência, o perfume da rosa, o beijo do beija-flor, o sol do girassol,
vaporização da alma, eclipse da personalidade, obliteração do eu mesmo,
não há reflexo no espelho, não há sorriso que perdure em lábios contraídos,
quem agora me domina, parece-me comigo, mas é só um desassistido.

A essência é como um pássaro a brandir suas asas, dando cores a céus pálidos,
em tempestades, aquieta-se em seu ninho, asas sábias de voos distantes, voltam pelo mesmo caminho,
ademais, pequenos filhotes esfomeados estão encolhidos, alimentam-se do pouco que jaz neste abrigo,
não irá demorar, mais um lindo pássaro colorido pintará o arco íris, alto lá, sinta o ritmo.

O mesmo vento que soprou antes, sopra agora, a mágica dança de poeira no ar e bater de asas,
toda forma em um instante, todo sorriso espontâneo, toda palavra flutuante, uma nova brisa nos ares,
assim a alma é reanimada, sentimentos renovados, sonhos outra vez, maravilhados.

Podem ser raios de sol ou gotas de chuva, as asas sempre batem, atemporal, dando o ar da graça,
a essência não falha, se dela, a vida é regrada, novas brisas, viradas, bata logo esses pares de asas,
os risos dão passos no ar, essências humanas desajeitadas, baila, baila, à espera do próximo baile.

Poesia por J.G.B

Pintura "Splash" por Karen Mason

Tags: sorriso alma tempo essência pássaro asas dança

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites