Poesia - Amor Singelo - por J.B.G

Amor Singelo

4.5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Votes 4.50 (1 vote)

O amor é pueril, tola criança em desatino, corre pelos campos,
anda sobre rios, dança sob nuvens, sapateia em brasas, voa sem asas,
flutua em emoções, floresce os tristes corações, faz-se de tudo, graça,
quem ama puramente, não sabe explicar, tampouco, precisa entender.

Travesso como um saci num circo, encantas, do mesmo jeito, enganas,
mestre de ilusões, despedaça levianamente ou dobra duros corações,
parece as vezes um anjo carente, só quer ser amado, sem licença,
mil chances são dadas, se legítimo, forja-se em ferro e aço.

Inseguro pode ser, cheio de nós, mesmo quando se pode, simplesmente ser laço,
costurado aos poucos sem embaraço, formado por corpos enrolados, botões desatados,
fogo árduo correndo pelos fios ternos e bem alinhados, linha tênue dos casais apaixonados.

Escolhas, incertezas, aflições, sublimidade, desejos, lealdade ou infidelidade,
amar é provar uma porção de tudo, doar-se completamente, sem condicionalidades,
a intensa busca da totalidade, da outra metade, mesmo que resulte, em nada.

Poesia por J.G.B

Pintura "Remember Love 4" por Sladjana Endt

Tags: amor namoro namorados paixão anjos coração ilusão

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites