Poesia - Amor em Brasa - por J.B.G

Quarentena

4.5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Votes 4.50 (1 vote)

Trancados, abafados, ares compartilhados, covil humano fechado, prosas, lembranças,
aquele dia, o momento inesquecível, agora, risos, sorrisos, malvadezas, malevolência,
confinados, o instinto natural grita alto, sei lá, jazz no rádio, celulares desligados,
pandemia condena o mundo, não toca aqui, onde toco, só dois e coisa alguma a fazer, quase.

Carinhos, afagos, largados, enlaçados, há charme no acaso, desnudo dos amados,
há também azeitonas, salame, provolone, pão cortado, um vinho escuro endiabrado,
alguns pratos separados, testemunhas de dois corpos inseparáveis, ousados, amáveis,
sangue a grelhar a carne, pulsando em brasa, respirações profundas, pecados perdoáveis.

O que é beijo? O que é abraço? Agarrões e tapas?! Tudo parece louco, não precisas entender,
meramente, corpos nus entrelaçados, embaixo, em cima, de lado, perna de cama quebrada, alguém paga,
gargalhadas, culpa do amor desmiolado, juízo perdido em pouco espaço, volte amanhã razão, está tudo fechado.

A melhor noite possível, nem a lua vai explicar esse amor infantil, casal feroz, embriagados,
enamorados, hoje morre-se, amanhã brilhará os apaixonados, há vírus de amar nos lábios cansados,
na coxa vermelha, no quadril amassado, até os pulmões ficaram corados, quarentena do amor, inabalável.

Poesia por J.G.B

Pintura "Love" por Boris Novak

Tags: amor paixão desejo vírus brasa carne quarentena sexo jazz pandemia vinho pecado beijo noite

Gostou? Compartilhem as poesias flutuantes e lembrem-se deste humilde pseudo poeta como autor, eternamente agradecido.

Pode escrever,

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

POESIAS FLUTUANTES 2019 | Todas as poesias são autorais de J.G.B @ All rights reserved. As pinturas contidas neste site são de autoria de outros artistas, todos devidamente com créditos mencionados e linkados. Background Art by Akiane Kramarik

JGWEB - Criação de Sites